22 de agosto de 2013

Ten

- Ai, Demi! – Joe exclamou alto.
- Fica quieto, assim não consigo limpar isso direito. – Demi disse, enquanto passava algodão com soro nos ferimentos no rosto de Joe.

Depois do telefonema de Demi, Mike correu até onde eles estavam. Juntos, levaram Joe até o dormitório e, agora, cuidavam dos ferimentos do amigo. Demi demostrava impaciência com Joe e ele sabia que ela estava irritada com ele, mas queria a todo custo não demostrar, pois não queria tocar no assunto.

- Pronto. – Demi disse, após terminar os curativos.
- Obrigado. – Joe disse, sussurrando.

Demi virou-se para Mike, sem olhar para Joe, o que incomodou o garoto.

- Mike, você pode me deixar sozinha com o Joe? – ela pediu educadamente.

Mike olhou para o amigo que estava com os olhos fixos no chão, sem resposta, afirmou brevemente com a cabeça e saiu do quarto, acompanhado do sorriso agradecido de Demi.

- Somos só nós agora. – Demi começou a dizer, ainda em pé próximo a porta. – Pode me contar o que está acontecendo?
- Demi... É uma longa história... – ele disse, tentando não começar esse assunto.

Demi deu dois passos e puxou a cadeira que ficava próxima a escarninha, sentou-se e cruzou os braços.

- Tenho o todo o tempo do mundo pra ouvir você. – ela disse séria.

Joe suspirou derrotado e pareceu lutar consigo mesmo. Por várias vezes ameaçou abrir a boca e falar alguma coisa, mas nenhuma palavra era emitida.

- Joe, eu ainda sou sua amiga... Pode fazer muito tempo, mas acho que nem preciso lembrar que você pode confiar e contar comigo sempre! Porque não me deixa ajudar você? – Demi disse na tentativa de encorajar Joe a se abrir.
- Você não entenderia... – ele disse, sem olhar nos olhos da garota a sua frente.
- O que faz você pensar isso? – ela disse, meio revoltada com o que ouviu.
- É complicado... Você se afastaria de mim e eu não quero isso. – Joe disse, sentindo-se mal por ser o que era.
- Jamais, Joe! Nada me afastará de você... Não agora que te encontrei! – Demi disse de modo sincero.

Mesmo tendo certeza que podia confiar na amiga, Joe não conseguia contar, nem tão pouco encarar a amiga. Tinha vergonha e sabia que Demi sentiria o mesmo dele.

Demi levantou-se e caminhou até o amigo, pondo-se agachada na sua frente.

- Olha pra mim, Joe. – ela pediu, docemente.

Ele não conseguiu fazer o que foi pedido.

- Por favor... – Demi insistiu.

Nada.

- Deixe-me ajudar você. – a voz doce da amiga o fazia sentir ainda pior.

Contra a vontade dele as lágrimas começaram a rolar, por fraqueza, por vergonha e por medo. Demi levou as mãos até o rosto de Joe, para secar as lágrimas, mas foi impedida pela mão do amigo que segurou a sua com certa força.

- Sai daqui, Demi. – ele disse entre lágrimas.

Demi não entendeu o pedido e continuou estática.

- Sai! Vai embora! – Joe disse aos gritos, o que assustou Demi fazendo-a cair sentada no chão.
- Joe o que aconteceu com você? – ela perguntou deixando as lágrimas pelo susto rolarem.
- Só quero que você suma! Não é bom ficar do meu lado, eu não sou mais aquele menino de 10 anos! – ele disse ainda aos gritos e pondo-se de pé.
- Você sempre será aquele menino pra mim! – ela disse aos prantos.
- Eu não sou uma boa pessoa! Dá pra entender? - ele continuou gritando com a amiga, por mais que isso o estivesse matando por dentro.

Demi levantou-se no exato momento em que Mike entrou no quarto.

- O que está acontecendo aqui? – Mike perguntou urgente. – Vocês perderam a noção?
- Leva a Demi daqui, Mike. – Joe pediu ao amigo.
- Não precisa, eu sei o caminho. – Demi disse secando as lágrimas do rosto. – Só não espere que eu volte!

Então Demi girou nos calcanhares e saiu batendo a porta atrás de si. Mike olhou para o amigo sem entender o que tinha acontecido e Joe pode finalmente se entregar ao choro que estava entalado em sua garganta.

A garota corria desesperada pelos corredores que a levavam para o quarto. As lágrimas, que desciam teimosamente pela face, eram levadas pelo vento. Mais uma vez ela havia sido rejeitada. Mais uma vez a dor de ser desprezada. Ela não era amada e jamais seria.

Entrou no seu quarto e todas as luzes estavam apagadas. Suas companheiras de quarto não estavam. Por um breve momento ela cogitou a possibilidade de terem ido atrás dela, tamanha a sua demora, mas logo desconsiderou. Como alguém se preocuparia com uma pessoa como ela? Um misto de risada e choro tomou conta de Demi. Realmente, ela não merecia ser amada.

Cambaleando, devido ao choro, ela caminhou até o banheiro. Olhou-se no espelho e se, naquele momento, tivesse algo nas mãos, teria quebrado o reflexo repugnante que viu de si mesma. 

Ela sabia do que precisava, sabia que só assim poderia se sentir um pouco melhor. Um vicio que falava mais alto que o amor próprio, que há muito ela não tinha.

Começou a buscar algo que pudesse ajudá-la. Abriu o armário do espelho, uma por uma as gavetas que estavam a direita e o mesmo fez com as da esquerda, mas foi na última que Demi encontrou o que precisava. O objeto metálico e pontudo parecia gritar. Demi pegou a tesoura de unha e abriu. Isso com certeza serviria.

Fechou os olhos e desferiu o primeiro corte contra a pele próxima ao seu pulso esquerdo. Depois o segundo, terceiro, quarto... Até que a vista de Demi escureceu, suas pernas fraquejarem. O baque contra o chão ela não sentiu. Já estava desacordada.




Continua...



n/a: Oi :) Tive um tempinho durante a semana e resolvi postar o capítulo pra vocês! c: Ele não está muito grande, desculpem :/ Bem, eu não tenho muito pra falar... Só quero pedir pra que vocês comentem, conversem comigo e digam o que estão achando da fic ok?! AMO vocês! MUITO OBRIGADA por não me abandonarem e até a próxima!! Bjuus! :***




COMENTÁRIOS RESPONDIDOS AQUI


17 comentários:

  1. aaaaaaaaaah :(( chorei cara :( eu espero mesmo que logo logo fiquei feliz isso porque eu não aguento ver os dois sofrendo :( o Joe precisa deixar a Demi ajudar ele e ela tem que fazer o mesmo... Sammy, não entendi. Como assim namorar e não ao mesmo tempo? sério, me explica esse negócio porque eu não tô pronta pra ler uma fic com final triste apesar de você dizer que no final é feliz. Porque eu não tô entendo isso me explicaaaaaaaaaaaa aaaah socorro, não me mata, Sammy! Tô morrendo fsgoulsov
    Postaaaaa
    te amo,
    mil beijocas,
    Brubs <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nossa, se vc chorou com esse cap. imagina com o que postei agora kajhsdlasjhflhsalfnh
      vc vai entender... u.u
      pode confiar, o final será bom! ;D
      amo vc, linda!
      Bjuus! :**

      Excluir
  2. meu deus :( o que vai acontecer com a demi?
    as meninas vao encontrar ela desacordada ou o joe vai aparecer no quarto atras dela?
    posta logo
    por favorrrr

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acertou na segunda tentativa! ;)
      hahahaha
      postei, minha linda!
      bjuuus! :**

      Excluir
  3. o deus....esses dois tem que se ajudar...
    foi muito emocionante >.<
    espero que eles se resolvam :)
    posta loogoooo
    beiijosss sua diva !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a ajuda começa agora... hehehe
      só falta o Joe ser mais sincero com a Demi né?!
      bjuuuuus, minha linda! :***

      Excluir
  4. Kkkkkk Tudo Bem!! A fic tá ótima Pow u.u
    Tá melhorando a cada capítulo :D

    Meu... Só entre nós! Eu tava triste, como eu te falei no comentário anterior, e nesse capítulo aconteceu quase a mesma coisa do ocorrido comigo! :/ eu tinha brigado com uma amiga. Só que eu a afastei (como o Joe fez) por eu ainda me sentir uma ninguém (igual a Demi) Mas agora tá quase tudo no seu lugar...
    Só falta minha auto estima subir um pouco :/
    Sua fic é muito linda e tbm é um pouco pessoal pra mim tbm


    Obrigada por ter sentido minha falta :) isso foi importante pra mim...
    Te adoro linda <3
    Posta loogooo u.u Kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey ó meu twitter: @Vitoria_F27 :D

      Excluir
    2. Quem bom que vc está melhor...
      Sua auto estima TEM que estra em cima, pois não existe no mundo alguém como vc! És ÚNICA e ninguém pode se comparar a vc ok?! ;)
      Muito obrigada, minha linda! <333
      E senti sua falta sim, por isso não suma mais! hahahahaha :DD
      adoro vc! <3
      bjuuus! :***

      Excluir
  5. CARA!!!
    tadinha da Demi, véi!
    O Joe pegou pesado, poxa!
    cara o trecho que você escreveu "ela não era amada e nunca seria" é EXATAMENTE o que eu to sentindo agora. Terça passada eu voltei da escola com a minha amiga chorando debaixo da chuva por causa de uma parada que aconteceu.
    Me lembra a música da Avril Lavigne:
    "Open your eyes
    And look outside
    Find the reason why
    You've been rejected
    And now you can't find
    What you left behind"

    traduz aê, essa música diz como me sinto!:/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. esse trecho é muito importante pra mim tbm, pois foi a frase que me perseguiu ( e às vezes ainda persegue) por anoooos!
      triste saber que vc passa por isso e eu nem ao menos posso estar ao seu lado pra te apoiar... :(((( Só posso, daqui de longe, esperar que vc fique bem e que nada nunca te derrube, pois vc é uma menina muito especial!!
      Fica bem tá?!
      Vc é muito importante pra mim!
      Bjuuus, minha linda! :***

      Excluir
  6. Respostas
    1. obrigada, amor!
      vou continuar sim! ;)
      bjus! :***

      Excluir
  7. Tadinha da Demi. :( Eles precisam da ajuda um do outro.
    Preciso saber o que vai acontecer

    Postaaa logooo pleaseee

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kasjhdahsldjhalshdn
      curiosidade está morta? ou só mais viva? kkkkk
      bjus, linda! :***

      Excluir
  8. caraca joe seu feiosooo n era pra vc ter feito isso, era pra vc ter dito td pra demi aaaaah caramba q viado ciuxkspfoa
    tadinha da minha dem :(((( vou bater no maconheiro do joseph kra dkcujals
    ta perfeitoooooo, maravilhoso
    posta logo!! bjs c:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ashdahldhaslfh
      calma, ele se redimiu! u.u
      não bate no Joe não tá?! hehehe
      Obrigada, minha linda! <3
      bjuuus! :***

      Excluir

Comentem, lindas e façam uma autora feliz! :D